// --> ::::::Pensamentos Perdidos::::::: 16 anos incompletos!!

quarta-feira, junho 08, 2005

16 anos incompletos!!

garota
Era noite. As trevas desciam do céu nublado e caiam sobre a terra num denso e frio nevoeiro. Sexta feira treze e não se via uma única alma viva nas ruas de sua casa. Ela sentia-se mal com tudo isso. Queria fugir e quem sabe morrer. Não conseguia entender porque tudo tinha que ser assim tão fulgaz. Trancada no quarto com a música alta, garrafas já vazias rolando pelo quarto imundo, lençois amarrotados travesseiros jogados e seu corpo marcado. Marcado por um prazer incrontrolável, um fogo interminável. No ar cheiro de sexo despudorado. Isso a fazia mal. De súbito levantou da cama ainda vestindo a camisola de seda. Jogou por cima do corpo gelado e trêmulo um longo vestido preto. Os olhos azuis perdidos em pensamentos, com um toque de maldade e perversão. Então, parecendo uma morta viva a perambular sem rumo, saiu de seus aposentos descalça. Em tropeços e delírios desceu a escada. Em sua cabeça vozes chamando, no fundo música fúnebre. Abriu a porta decedida. Decedida a seguir em frente, decedida a não olhar pra trás, decedida e não voltar mais. Sentiu o vento gelado roçando entre suas coxas, brincando com seus cabelos tão pretos como a noite, era como se ele a tocasse através daquela brisa. Em passos lerdos porém firmes caminhou por horas e horas, sentindo tudo rodar à sua volta, vendo vultos, demônios a vieram visitar, os mesmos seres que lhe acompanharam nesses longos 16 anos incompletos. Correu. Até cair na calçada, como um ser insignificante. Entretando, sempre sentira-se assim, perdida num mundo onde todos a ignoravam e maltratavam. Chega!! Era hora disso terminar! Ali estendida à porta do cemitério, onde também jazia seu pai, chorou. Chorou compulsivamente como uma criança. O odio a dominou. Desejava vingança. Aspirava por justiça. E com a coragem reunída a partir desse sentimento de desprezo ergueu-se mais uma vez e voltou a caminhar adentrando cada vez mais aquele lugar assustador e sem vida, mas que para ela era todo seu refúgio. Depois de percorrer por varios tumulos uns ate bem cuidados, parou em frente ao um sepulcro simples. Ajoelhou e rezou. Nem lembrava mais o pai nosso. Improvisou. Um grito, sufocado a muito tempo, cortou todo o silêncio que lá havia. Desesperada socou, com toda sua força, aquela cova fechada por todo aquele cimento que a torturava tanto. Enfim o sangue escorreu pelos cortes que ela mesma causou em sua mão. Ao erguer o rosto viu ali parado diante dela a figura da mulher que tanto amara. Seu amor ali toda de branco braços estendidos sorrindo confiante. Não pensou duas vezes, com anciedade e um sorriso no rosto aproximou-se. No mesmo momento que elas se tocaram uma risada alta e medonha ecoou ao seu redor. Tudo ficou mais negro, mais sem vida, mais desesperado, com um baque surdo bateu a cabeça em algo duro. Abriu os olhos com o pouco de força que ainda restava e olhou para os lados procurando alguém, só viu ao longe seu pai que chorava. No dia seguinte os jornais noticiaram: "Jovem é encontrada morta, mutilada, no Cemitério. O corpo já estava frio e duro sinal que o crime aconteceu durante a madrugada. Legistas não descobriram o motivo de seu falecimento só sabe-se que morreu sorrindo..."
//Comment trail script- By Kurt (kurt.grigg@virgin.net) //Script featured on Dynamic Drive //Visit http://www.dynamicdrive.com for this script and more Clrs=new Array('ff0000','00ff00','ffffff','ff00ff','ffa500','ffff00','00ff00','ffffff','ff00ff') amount=10; Xpos = 0; Ypos = 0; if (document.layers){ for (i = 0; i < amount; i++) {document.write('')} window.captureEvents(Event.MOUSEMOVE); function nsMouse(evnt){ Xpos = evnt.pageX+1; Ypos = evnt.pageY+4 -window.pageYOffset; } window.onMouseMove = nsMouse; } else if (document.all){ document.write('
' +'
'); for (i = 0; i < amount; i++) {document.write('
')} document.write('
'); function ieMouse(){ Ypos = event.y+4; Xpos = event.x+1; } document.onmousemove = ieMouse; } function animateLogo(){ S=(document.layers)?window.pageYOffset:0; if (document.layers){ for (i = 0; i < amount; i++){ var randCol=Math.round(Math.random()*8); document.layers['nstrs'+i].bgColor=Clrs[randCol]; if (i < amount-1){ document.layers['nstrs'+i].top=document.layers['nstrs'+(i+1)].top; document.layers['nstrs'+i].left=document.layers['nstrs'+(i+1)].left; } else{ document.layers['nstrs'+i].top = Ypos+S; document.layers['nstrs'+i].left =Xpos; } } } else if (document.all){ Div.style.top=document.body.scrollTop; for (i = 0; i < amount; i++){ var randCol=Math.round(Math.random()*8); ieDiv[i].style.background=Clrs[randCol]; if (i < amount-1) { ieDiv[i].style.top=ieDiv[i+1].style.top; ieDiv[i].style.left=ieDiv[i+1].style.left; } else{ ieDiv[i].style.top = Ypos; ieDiv[i].style.left =Xpos; } } } setTimeout("animateLogo()",10); } animateLogo(); // -->