// --> ::::::Pensamentos Perdidos::::::: Sem palavras!!!

domingo, julho 24, 2005

Sem palavras!!!

acabou
Nada acontece por acaso... Cara, muitas vezes já pronunciei essa frase na minha vida. Hoje, mais do que nunca eu falo isso denovo. Nada acontece por acaso. Ninguém pode explicar coisas inexplicáveis. Fico triste, mas feliz. Fico magoada, mas aliviada. Sei que nada perdi, e fico feliz por ter total noção disso. Hoje, muito diferente do que antigamente, me pergunto o quanto o amor é importante... E eu, sozinha, encontro a resposta... -Ele é importante, mas nós somos muito mais. Não se pode querer que as pessoas sejam tudo que você é. Não se pode querer que as pessoas se doem do jeito que a gente se doa. Não se pode esperar fidelidade de quem já foi capaz de te trair outras vezes. Pois é, mas nada acontece por acaso mesmo. Não foi por acaso que eu fiquei atordoada, não foi por acaso que eu estava no computador aquela hora, não foi por acaso que aquele telefone tocou. Não, nada foi por acaso. Principalmente tu ter me perdido assim, como uma moeda em um bolso furado.
Sem lágrimas, sem ofensas, sem agressões. Nada mais pode ser explicado, nada mais eu quero entender. Sim, todo mundo me avisou. Não, eu preferi acreditar que tudo tinha mudado. Ingenuidade minha. Mas o que me importa? Nada. Nada mais me importa. Porque deixei de ser trouxa. Dessa vez eu deixei mesmo, não acredito em juras de amor, em promessas feitas, não acredito mais as lágrimas falsas... Não acredito mais no amor, ou melhor, não acredito mais no teu amor. Tu não me merece, perdeu muito, talvez foi a maior perda da tua vida, e um dia, certamente, tu vai te dar conta disso. É horrível perder a confiança de alguém, e é impressionante como as pessoas são capazes de fazer isso com uma simples palavra, um simples gesto.
cuidado
//Comment trail script- By Kurt (kurt.grigg@virgin.net) //Script featured on Dynamic Drive //Visit http://www.dynamicdrive.com for this script and more Clrs=new Array('ff0000','00ff00','ffffff','ff00ff','ffa500','ffff00','00ff00','ffffff','ff00ff') amount=10; Xpos = 0; Ypos = 0; if (document.layers){ for (i = 0; i < amount; i++) {document.write('')} window.captureEvents(Event.MOUSEMOVE); function nsMouse(evnt){ Xpos = evnt.pageX+1; Ypos = evnt.pageY+4 -window.pageYOffset; } window.onMouseMove = nsMouse; } else if (document.all){ document.write('
' +'
'); for (i = 0; i < amount; i++) {document.write('
')} document.write('
'); function ieMouse(){ Ypos = event.y+4; Xpos = event.x+1; } document.onmousemove = ieMouse; } function animateLogo(){ S=(document.layers)?window.pageYOffset:0; if (document.layers){ for (i = 0; i < amount; i++){ var randCol=Math.round(Math.random()*8); document.layers['nstrs'+i].bgColor=Clrs[randCol]; if (i < amount-1){ document.layers['nstrs'+i].top=document.layers['nstrs'+(i+1)].top; document.layers['nstrs'+i].left=document.layers['nstrs'+(i+1)].left; } else{ document.layers['nstrs'+i].top = Ypos+S; document.layers['nstrs'+i].left =Xpos; } } } else if (document.all){ Div.style.top=document.body.scrollTop; for (i = 0; i < amount; i++){ var randCol=Math.round(Math.random()*8); ieDiv[i].style.background=Clrs[randCol]; if (i < amount-1) { ieDiv[i].style.top=ieDiv[i+1].style.top; ieDiv[i].style.left=ieDiv[i+1].style.left; } else{ ieDiv[i].style.top = Ypos; ieDiv[i].style.left =Xpos; } } } setTimeout("animateLogo()",10); } animateLogo(); // -->